Deep Fake News

Cibercriminosos criam imagem de executivo para call

Da Redação
21/05/2024

O executivo Mark Read, CEO da WPP, maior grupo publicitário do mundo, foi alvo de um golpe no qual foi utilizado um clone de sua voz feito com deep fake. Mark Read, descreveu o hack num e-mail aos executivos da empresa, alertando para o fato de que a empresa de publicidade está observando uma “sofisticação crescente” nos ataques cibernéticos contra ela, especialmente naqueles que visam altos executivos.

Os hackers usaram IA e técnicas razoavelmente simples para se passar por Read, segundo reportagem do jornal Guardian: eles usaram uma foto de Read para criar uma conta no WhatsApp e marcar uma reunião do Microsoft Teams com outro executivo; depois, usaram IA para criar um clone da voz e de imagens do executivo no YouTube, e personificaram Read fora das câmeras, sem sua imagem na call. Os hackers tentaram convencer um “líder de agência” a abrir um novo negócio, mas o golpe não teve sucesso, disse a empresa.

Veja isso
Call center GSS paralisado na Espanha por ransomware
MalVirt usa publicidade online para distribuir malware .NET

Um porta-voz da WPP confirmou num comunicado que a tentativa de phishing não deu certo: “Graças à vigilância do nosso pessoal, incluindo o executivo em questão, o incidente foi evitado”. A WPP não respondeu às perguntas do Guardian sobre quando o ataque ocorreu ou quais executivos além de Read estavam envolvidos.

A tentativa de fraude na WPP também parecia usar IA generativa para clonagem de voz, mas também incluía técnicas mais simples, como capturar uma imagem disponível publicamente e usá-la como imagem de exibição de contato no WhatsApp. O ataque é uma amostra de uso das muitas ferramentas que os golpistas têm agora à sua disposição para imitar comunicações corporativas legítimas e imitar executivos.

https://www.theguardian.com/technology/article/2024/may/10/ceo-wpp-deepfake-scam

Compartilhar:

Últimas Notícias