Fabricante lentes Hoya tem produção paralisada após ataque

Empresa japonesa de lentes oftálmicas emitiu comunicado dizendo que está trabalhando para restaurar os sistemas em algumas de suas fábricas após um ataque cibernético no fim de semana
Da Redação
05/04/2024

A fabricante japonesa de lentes oftálmicas Hoya Corporation anunciou nesta quinta-feira, 4, que está trabalhando para restaurar os sistemas em algumas de suas fábricas após um ataque cibernético no fim de semana. O incidente ocorreu no dia 30 de março e levou a empresa a isolar alguns de seus servidores, o que impactou os sistemas de TI de sua sede e divisões de negócios.

“Na manhã de 30 de março de 2024, descobrimos uma discrepância no comportamento do sistema em um de nossos escritórios no exterior e confirmamos que havia ocorrido uma falha no sistema. Respondemos imediatamente isolando os servidores com falha”, disse a fabricante de lentes em uma notificação de incidente (PDF).

A Hoya disse que tem trabalhado com suas divisões de negócios e investigadores forenses externos para apurar e responder o ataque. As autoridades dos países afetados foram notificadas, segundo a fabricante de lentes. “Embora todos os efeitos, extensão e natureza do incidente continuem a ser investigados, os sistemas de algumas fábricas e o sistema de pedidos de vários produtos foram afetados”, disse a empresa. “A empresa está fazendo todos os esforços para responder à demanda dos clientes e minimizar ao máximo o impacto sobre nossos clientes”, acrescentou.

Segundo a Hoya, ainda não foi possível identificar se alguma informação confidencial ou pessoal foi comprometida no ataque. No entanto, espera-se que a investigação “leve um número considerável de dias”, observou a empresa.

Veja isso
Luxottica confirma violação após dados de 70 milhões vazarem
Fabricante dos óculos Ray-Ban sob ataque de ransomware

A empresa possui mais de 37 mil funcionários em 160 escritórios e subsidiárias em mais de 30 países, inclusive o Brasil, e opera uma rede de 43 laboratórios em todo o mundo.

Em 2019, a fabricante japonesa de lentes encerrou parcialmente sua linha de produção na Tailândia após um ataque de malware. Em 2021, no entanto, a Hoya sofreu outro ataque, reivindicado pelo grupo de hackers Astro Team.

A Hoya também enviou um comunicado à Fasf (Financial Accounting Standards Foundation), organização responsável pelo desenvolvimento de padrões contábeis e supervisão dos mercados de capitais no Japão. Para acessá-lo, clique aqui.

Compartilhar:

Últimas Notícias