work-731198_640.jpg

Microsoft anuncia a morte da linguagem VBScript

Da Redação
22/05/2024

A Microsoft anunciou ontem que está descontinuando o VBScript – uma má notícia para os cibercriminosos, para quem ele é a ferramenta favorita. A notícia apareceu num artigo assinado por Naveen Shankar, diretor de programas da empresa, com esta explicação: “Para lhe oferecer as opções mais modernas e eficientes, estamos substituindo o VBScript por alternativas mais avançadas, como JavaScript e PowerShell. Descubra o que a descontinuação do VBScript significa para você e como você pode se preparar”.

Veja isso
Malware desmantelado pelo FBI segue em alta no Brasil
Hackers descobrem linguagens ‘exóticas’ para criar malware

Nas versões futuras do Windows, o VBScript estará disponível apenas como um recurso sob demanda; e, mais adiante, ele será totalmente removido do sistema operacional. A linguagem de programação VBScript, abreviação de Visual Basic Script, tem quase 30 anos, tendo sido introduzida em meados dos anos 90 como uma forma leve de gerar scripts de programação nativamente.

Mesmo depois que a Microsoft começou a bloquear as macros – por padrão – em seus documentos, os cibercriminosos continuam a utilizá-la como uma forma de acesso inicial aos alvos. Os cibercriminosos descobriram rapidamente que poderiam criar VBScripts maliciosos, que seriam executados de forma nativa e inquestionável em máquinas Windows, o que poderia ajudá-los a contrabandear qualquer número de Trojans de acesso remoto, downloaders e muito mais.

Um dos primeiros exemplos disso foi o worm “ILoveYou” do ano 2000, mas os malwares mais recentes incluem Emotet, QakBot e DarkGate.

O que é VBScript

Visual Basic Scripting Edition, comumente referido como VBScript, é uma linguagem de script leve introduzida pela primeira vez pela Microsoft em 1996. A linguagem está disponível como um componente do sistema no sistema operacional Windows e tem sido amplamente usada para automatizar tarefas e controlar aplicativos baseados em Windows. sistemas. Muitas vezes, é incorporado em páginas HTML para adicionar interatividade dinâmica e funcionalidade às páginas da Web e é comumente usado em conjunto com tecnologias da Microsoft, como Active Server Pages (ASP) e Windows Script Host (WSH). Porém, com o avanço da tecnologia, opções mais modernas e eficientes estão agora disponíveis.

Compartilhar:

Últimas Notícias